Categorias
Neres de Neres

1.e4 e5, 2.Dh5 Cc6, 3.Bc4 Cf6, 4.Dxf7#

A guerra da Rússia na Ucrânia está causando um “verdadeiro surungo”, como diria o Raffael Chess, no mundo do xadrez online. 

É bem provável que você não saiba disso, mas no mundo do xadrez virtual existe um duopólio. O Chess.com e o Lichess.org são as duas plataformas de xadrez online mais populares do mundo. 

Estima-se que juntas elas hospedem mais de 15 milhões de partidas diárias. Além do volume do jogo, as plataformas têm outro grande diferencial: enquanto o Chess.com é uma empresa privada de 200 pessoas, o Lichess.org é um servidor de código aberto administrado por voluntários e doações. 

De acordo com essa matéria do Rest of World, essa dinâmica, bem como as respostas das plataformas à invasão russa da Ucrânia, abalaram o cenário do xadrez online na Rússia.

Você deve saber que, na Rússia, o xadrez é um passatempo nacional e conta com uma série de grandes mestres (GM), além de campeões mundiais como, por exemplo, Alekhine, Botvinnik, Smyslov, Tal, Petrosian, Spassky, Karpov e Kasparov. Os enxadristas soviéticos foram os principais responsáveis pela evolução das técnicas do jogo. 

Em fevereiro, o Chess.com emitiu uma declaração condenando a invasão da Rússia. Além de dar voz ao apoio à Ucrânia, a empresa realizou outras medidas como: banir contas de jogadores russos sob sanções internacionais, incluindo vários oligarcas russos; remover a bandeira russa dos ícones dos jogadores; e excluir as equipes russas de alguns torneios.

Em resposta, a agência de supervisão de mídia da Rússia (Roskomnadzor) bloqueou o Chess.com, proibindo os jogadores russos de usar o site.

Estima-se que 4% dos jogadores usuários do Chess.com sejam russos. Alguns jogadores migraram para o Lichess.org, que enfrentou pressão para fazer sua própria declaração sobre o conflito. Até o momento não houve qualquer pronunciamento do site, provavelmente devido à natureza aberta da plataforma.

O Chess.com diz que não viu um declínio significativo nos usuários russos, com muitos burlando a proibição do governo usando VPNs. Além disso, em abril, 44 dos principais jogadores da Rússia assinaram uma carta aberta a Putin para interromper a guerra.

Na última sexta-feira (20), o governo Putin classificou como “agentes estrangeiros” o ex-campeão mundial de xadrez Garry Kasparov e o antigo oligarca Mikhail Khodorkovsky. Ambos estão exilados e fazem oposição ao governo Russo. 

Assine o Lambrequim

Recebeu essa nota por e-mail ou pelo whats e gostou? Então junte-se aos quase 2 mil assinantes da newsletter Lambrequim e receba, toda quarta-feira, uma seleção sobre música, livros, criatividade e como ser artista independente em um mundo de mudanças constantes.