Categorias
Neres de Neres

Os audiolivros estão prestes a chegar ao Spotify

O Spotify está se preparando para fazer dos audiolivros o próximo alvo de seus negócios. 

No mês passado, os executivos da empresa apresentaram o negócio de audiolivros para seus investidores como seu próximo foco

Isso pode ter enormes repercussões, não apenas para o próprio negócio do Spotify, mas também para a indústria editorial

Daniel Ek, que é o CEO do Spotify, diz que “…os audiolivros, em suas diversas formas, serão uma grande oportunidade (…) e assim como fizemos no podcasting (…) entraremos para vencer.”

No ano passado a empresa deu o primeiro passo, adquirindo a Findaway. A plataforma de audiolivros é muito parecida com a Anchor

Ela permite que os autores criem, distribuam e monetizem seu trabalho e, com a aquisição, o Spotify conquistará uma parte fundamental do ecossistema de audiolivros. 

Como o modelo funcionará ainda não está definido, mas a princípio alguns dos audiolivros serão gratuitos. A chefe de negócios de conteúdo e publicidade Dawn Ostroff disse: “Estamos procurando trazer monetização de anúncios para audiolivros”.

Uma grande mudança para a indústria, já que os audiobooks normalmente não são baratos e os serviços de assinatura do Audible e do audiobooks.com da Amazon são baseados em créditos (1 crédito por livro).

Assine o Lambrequim

Recebeu essa nota por e-mail ou pelo whats e gostou? Então junte-se aos quase 2 mil assinantes da newsletter Lambrequim e receba, toda quarta-feira, uma seleção sobre música, livros, criatividade e como ser artista independente em um mundo de mudanças constantes.