Lambrequim logo newsletter

a newsletter de cultura e tecnologia da Têmpora Criativa

Saiba o que é a Web3 e as melhorias (e prejuízos) que ela pode causar

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre Web3, mas o assunto tem ganhado força nas redes e promete ser mais uma opção para o futuro da Internet

A Web3, também conhecida como Web 3.0 ou simplesmente web3, é uma nova geração da World Wide Web baseada em tecnologias como blockchain, criptografia e contratos inteligentes

Ela busca descentralizar a internet, tornando-a mais segura, privada e autônoma, eliminando a necessidade de intermediários centralizados como servidores e bancos de dados.

Ao contrário da Web2.0, que trouxe a interatividade e a colaboração para a internet, a Web3 tem como principais características a segurança e a privacidade dos dados, a transparência e a rastreabilidade das transações, a interoperabilidade entre diferentes plataformas e a capacidade de os usuários controlarem seus próprios dados e identidades na internet.

As aplicações práticas da Web3 incluem as criptomoedas, os mercados descentralizados, os sistemas de votação eletrônica, as plataformas de compartilhamento de arquivos, entre outras. 

Embora ainda esteja em fase de desenvolvimento, a Web3 promete trazer importantes avanços para a internet, criando novas oportunidades de negócios e transformando a forma como nos relacionamos com a tecnologia.

O termo Web3 foi criado em 2014 pelo cofundador da Ethereum, Gavin Wood, e ganhou popularidade entre entusiastas de criptomoedas em 2021, assim como empresas de tecnologia e investidores. 

Defensores da Web3 acreditam que ela fornecerá maior segurança, escalabilidade e privacidade para os usuários e ajudará a combater a influência de grandes empresas de tecnologia.

No entanto, críticos levantaram preocupações sobre uma web descentralizada, como o potencial de baixa moderação e a proliferação de conteúdo nocivo, a centralização da riqueza para um pequeno grupo de investidores e indivíduos ou a perda de privacidade devido à coleta de dados. 

Outros, como Elon Musk e Jack Dorsey, argumentaram que a Web3 atualmente é apenas um buzzword.


Publicado

em

por