Categorias
Neres de Neres

Tijolo por Tijolo num desenho lógico 

A Lego, empresa dinamarquesa de 90 anos, enfrentou sérios problemas em 2003, quase indo à falência

No entanto, atualmente a empresa apresenta uma receita aproximadamente duas vezes maior do que sua concorrente, a Mattel, que já ocupou o primeiro lugar nas vendas de brinquedos. 

Segundo o The Wall Street Journal, as vendas da Lego em 2022 atingiram US$ 9,27 bilhões, representando um aumento de 17% em relação ao ano anterior. Em contrapartida, a Hasbro viu sua receita cair 9% e anunciou planos de cortar 15% de sua força de trabalho.

A Lego obteve sucesso ao trazer rapidamente novos brinquedos ao mercado e expandir sua presença no varejo, com destaque para a abertura de 155 novas lojas em 2022, principalmente na China

A empresa também tem resistido relativamente bem aos desafios da cadeia de suprimentos global, graças ao seu foco na integração vertical. Além disso, o digital tem sido um grande aliado, com destaque para o sucesso do aplicativo Builder, que foi baixado 13,6 milhões de vezes em 2022, e do site da Lego, que recebeu 395 milhões de visitas no mesmo período.

Para continuar inovando, a Lego planeja lançar um metaverso para crianças em parceria com a Epic Games, investindo US$ 1 bilhão no projeto. Com essas estratégias, a Lego mostra que é possível superar desafios e se manter relevante no mercado.


Curiosidade: em 2012, pesquisadores descobriram que uma única peça de Lego pode suportar 431 quilos de força, ou o peso de 375 mil tijolos em cima dela.

Assine o Lambrequim