Categorias
Investigações Musicais

TikTok continua elaborando planos para dominar as nossas escutas

O aplicativo que ganhou o mundo nos últimos anos com suas dancinhas virilizantes, um feed de notícias com um algoritmo poderoso e muita música, continua planejando dominar o mercado da música

Não sabemos se você está por dentro, mas nessa rede as coisas tornam-se virais em uma velocidade nunca antes vista na história mundial — e existe um outro lado da história que faz com até mesmo as músicas, digamos, rejeitadas pelo público, consigam milhões de views.  

Um bom exemplo, é a faixa “Twinkle Twinkle Little Bitch”, que tem em um dos seus principais comentários um pedido para “deslançá-la”. E para ajudar, em shows ao vivo ou baladas, quando a música toca, as pessoas assistem TV em seus aparelhos de celular. 

Só que o que aconteceu foi o reverso: pessoas criticando a música e postando o que assistem durante os shows, fizeram com que a canção atingisse um número quase incalculável de acessos.   

Ou seja, olhando para os números, a música é um sucesso — e essa é uma das razões para o TikTok se concentrar na área da música.

Para você ter uma ideia do poder da rede, nos últimos dois anos a tendência para muitos usuários tem sido ouvir uma música no TikTok e depois ouvi-la no Spotify

O TikTok é, de fato , muito melhor em descoberta: 63% dos usuários descobrem novas músicas no TikTok antes de qualquer outra plataforma.

O resultado? Para o TikTok, hospedar músicas se tornou um negócio muito vantajoso. Em alguns países, como por exemplo, Índia, Brasil e Indonésia, o TikTok opera um aplicativo chamado Resso, que é como um Spotify com cara de rede social.

Nos Estados Unidos, o site Insider detectou recentemente um registro de marca registrada para um aplicativo “TikTok Music”. Já o site TechCrunch relatou registros semelhantes no Reino Unido, Cingapura, Nova Zelândia, México, Malásia e Costa Rica.

E não para por aí… 

…curiosamente, uma tendência comum entre os aplicativos sociais, apelidada de “TikTokficação”, está acontecendo claramente também no espaço de áudio:

A empresa Audacy comprou o Moonbeam, que é um aplicativo de podcast no estilo TikTok. Já a Snap anunciou um fundo para músicos que distribuem sons no Snapchat. E o Spotify, está testando recursos no estilo TikTok.

Assine o Lambrequim